Revista Científica ITPAC Porto

Revista científica

A Revista Científica do Tocantins é um periódico multidisciplinar semestral, que publica resultados de pesquisa básica ou aplicada às grandes áreas da Saúde, Administração, Educação e Engenharias. Este periódico se direciona a pesquisadores, pós-graduandos, graduandos e o público acadêmico, em geral. Esta primeira edição é uma coletânea de trabalhos de conclusão de curso dos graduandos em Medicina, Odontologia, Enfermagem, Arquitetura e Urbanismo, e Engenharia Civil do Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos de Porto Nacional, estado do Tocantins. 




Pesquisar

A COVID-19 E SUAS IMPLICAÇÕES NO SISTEMA CARDIOVASCULAR: UMA REVISÃO LITERÁRIA

 Geral    2021    Medicina     Medicina

 Medicina   


Resumo

Coronavírus é um RNA vírus, considerado zoonótico que pertence à ordem Nidovirales, a família Coronaviridae e a subfamília taxonômica Orthocoronavirinae. Família de vírus que anteriormente já causaram epidemias pelo mundo, preocupando a comunidade científica a respeito do surgimento de novas cepas resultantes de mutação. O SARS-CoV-2 é o vírus causador da doença do coronavírus 19 (COVID-19) e da atual pandemia que o mundo tem enfrentado atualmente. O vírus tem sua entrada celular facilitada pelos receptores de ECA2 (enzima conversora de angiotensina tipo 2) e, por meio de mecanismos fisiopatológicos, causa uma hiperinflamação, aumentando os riscos dos pacientes doentes a terem algum evento cardiovascular que posso piorar o quadro da doença e determinar mau prognóstico. O presente estudo pautou-se na revisão de literatura de artigos obtidos nas plataformas SciElo, OMS, PubMed e UpToDate. Foram considerados estudos entre os anos de 2019 e 2021 escritos em língua inglesa ou portuguesa. Os descritores de saúde utilizados foram “COVID-19”, “cardiovascular system”, “comorbidades” e “SARSCoV-2”. Os efeitos deletérios do excesso desse peptídeo no organismo fazem com que haja intensa reação de efeitos hipertensores, inflamatórios e também com que ocorra uma maior ativação da cascata de coagulação. Diversos autores discutem as complicações cardiovasculares em pacientes infectados SARSCoV-2, mas ainda há muito o que discutir para determinar as melhores condutas e os esforços devem ser feitos no sentido de otimizar as estratégias de tratamento.




A IMPORTÂNCIA DAS BARREIRAS FÍSICAS NO CONTROLE DA CONTAMINAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS

 Geral    2021    Odontologia     Odontologia

 Odontologia   


Resumo

Introdução: Os cirurgiões dentistas estão expostos diariamente em sua atividade profissional à materiais infecciosos, incluindo substâncias corporais, suprimentos, utensílios, superfícies, água ou ar contaminados. A infecção cruzada pode ser definida como a disseminação de agentes transmissíveis entre pacientes e equipe profissional em um ambiente clínico. Uma das medidas indispensáveis para impedir a contaminação é executar corretamente os protocolos de biossegurança aos pacientes, incluindo a esterilidade de materiais odontológicos e a sua posterior manutenção durante o armazenamento e manuseio. Material e métodos: Trata-se de estudo microbiológico experimental e apresenta natureza quantitativo, com enfoque descritivo sobre a análise da presença ou ausência de microrganismos na superfície da mesa auxiliar, alça do refletor, seringa tríplice e apoio de braços, com ou sem proteção plastificada. Resultados e discussão: Foi verificado que o uso da proteção plástica, após os procedimentos de descontaminação das superfícies analisadas, não permitiu a contaminação e o crescimento microbiano nesses locais. O resultado dessa pesquisa comprovou a eficácia da barreira física de proteção em ambiente clinico odontológico, fornecido pelo uso de plástico filme PVC, diminuindo assim, os riscos à infecção e promovendo a saúde do paciente, cirurgião dentista e sua equipe. Conclusão: Ao realizar análise da presença de contaminações microbiológicas em utensílios e equipamentos odontológicos antes e após a retirada das barreiras físicas, foi identificado a eficácia das barreiras (física) no controle da contaminação, quando seguido corretamente os protocolos de biossegurança para desinfecção, esterilização, limpeza em geral e cuidados para proteger a saúde dos profissionais e clientes.




A IMPORTÂNCIA DO CIRURGIÃO DENTISTA NA UTI

 Geral    2021    Odontologia     Odontologia

 Odontologia   


Resumo

Introdução: A UTI é um espaço hospitalar destinado à internação de pacientes que estão com seu estado de saúde considerado crítico e por este motivo necessitam de um tratamento mais avançado, por este motivo é natural que ocorram alterações bucais provenientes de doenças sistêmicas ou relacionadas à utilização de medicamentos e/ou equipamentos de respiração mecânica. Assim, o objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão de literatura a respeito da importância do Cirurgião Dentista na UTI. Metodologia: Constitui-se de uma revisão de literatura. A coleta de dados foi realizada no período de agosto e setembro de 2021, e abrangeu publicações dos anos de 2016 a 2020 extraídas do Google Acadêmico e Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e indexadas nas bibliotecas virtuais Scientific Electronic Library Online (Scielo), Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS). A busca ocorreu através da utilização dos descritores em ciência da saúde “Unidade de Terapia Intensiva”, “Cirurgião Dentista” e “higiene bucal”. Resultados: Foram levantados 343 (trezentos e quarenta e três) publicações. De posse dessas publicações, realizou-se uma leitura superficial dos resumos, sendo que a partir dessa leitura foi feita uma segunda classificação, permanecendo neste trabalho 15 (quinze) publicações. Discussão: Com a leitura das publicações, verificou-se que a importância do Cirurgião Dentista na UTI está baseada em alguns critérios que, ao serem trabalhados em pacientes críticos, contribui com o restabelecimento da saúde do mesmo. Considerações Finais: Dentro de uma UTI, o Cirurgião Dentista desenvolve ações de manutenção da saúde bucal, evitando o agravamento das condições sistêmicas e por consequência diminuindo o tempo de internação.




A INFLUÊNCIA DA PRÁTICA DE ATIVIDADES FÍSICAS NA SAÚDE MENTAL DOS ACADÊMICOS DO CURSO DE MEDICINA: REVISÃO DE LITERATURA

 Geral    2021    Medicina     Medicina

 Medicina   


Resumo

O trabalho se propôs a evidenciar as influências que a prática de exercícios físicos podem fazer na saúde mental dos estudantes de medicina. Mostrando que a saúde mental é um dos pilares do equilíbrio de um indivíduo, dessa forma a atividade física funciona como uma ferramenta de de estresse, de melhora do sono, melhora na qualidade de vida, além de proporcionar melhorias na saúde e no metabolismo das pessoas. Esta pesquisa caracteriza-se como uma revisão integrativa da literatura, na qual foram analisados artigos publicados no período de 2019 a 2021, selecionados levando-se em consideração a relevância e atualidade das informações. Tendo como base o tema “A influência da prática de atividade física na saúde mental dos acadêmicos do curso de medicina: revisão de literatura”, buscou-se como prioridade do estudo a literatura publicada em língua portuguesa, devido ao conteúdo atualizado presente nos artigos sobre essa temática. Com base nos trabalhos analisados, ficou evidente que a pratica de atividades físicas possui forte influência positiva na vida dos praticantes, foi observado que os estudantes que são adeptos dessa pratica, possuem uma melhor qualidade de vida. Dessa forma a pratica de exercícios, funciona como prevenção e promoção de saúde para esses indivíduos. Observa-se a importância da intervenção das instituições de ensino perante as manifestações de saúde mental dos seus alunos, visando diminuir os índices de depressão, ansiedade, síndrome do pânico e suicídio.




A INFLUÊNCIA DAS COMORBIDADES PSIQUIÁTRICAS NA SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL: UMA REVISÃO LITERÁRIA

 Geral    2021    Medicina     Medicina

 Medicina   


Resumo

A síndrome do intestino irritável, é uma desordem prevalente em toda população mundial, gerando prejuízos laborais e sociais, nos indivíduos diagnosticados. Por se tratar de uma patologia funcional, seu diagnóstico é de difícil conclusão, usa-se os critérios de Roma IV para fins diagnósticos. A relação das comorbidades psiquiátricas com a síndrome, chega a ser relatada por 50% dos pacientes com diagnóstico positivo para a desordem intestinal. Foi realizado uma revisão sistemática da literatura, por meio de busca nas bases de dados, Pubmed, Scielo, Medline e Google Acadêmico, usando síndrome do intestino irritável e comorbidades psiquiátricas como descritores. Foi observado a interação das comorbidades psiquiátricas na frequência e intensidade dos sintomas da síndrome do intestino irritável, porém não se pode afirmar a real interação/influência, ou qual forma de atuação das comorbidades psiquiátricas em relação a síndrome do intestino irritável. Existe uma intima relação entre as comorbidades psiquiátricas e a síndrome do intestino irritável, todavia somente estudos futuros, poderão elucidar de forma concreta a fisiopatologia e a real influência das desordens psiquiátricas relacionadas a síndrome do intestino irritável. O que podemos fazer no atual momento, é intensificar a comunicação entre redes de Gastroenterologia e Psiquiatria, dando um melhor aporte ao paciente diagnosticado com ditas patologias.