Notícias

Acadêmica participa de pesquisa no projeto Ciências sem Fronteiras

A aluna Annalu Foganholo, do convênio internacional com a IES Ciências sem Fronteiras, participou de uma pesquisa no Beckman Laser Institute, um laboratório associado com a Universidade da Califórnia, localizado na cidade de Irvine. O Beckman Laser Institute é um dos principais centros mundiais de cirurgia biomédica a laser e fotomedicina. O laboratório desenvolveu equipamentos e técnicas modernas com a utilização de laser para o tratamento de varias doenças de pele, como por exemplo, a "Mancha em Vinho do Porto". Além disso, as técnicas desenvolvidas podem ser utilizadas em outras áreas da medicina, como por exemplo, cirurgia plástica, oncologia, ginecologia e radiologia.

A partir do experimento "Rat Burn" pode conhecer a tecnologia "Spatial Frequency Domain Imaging" (SFDI), que é uma técnica de imagem sem contato, desenvolvida neste laboratório que utiliza uma iluminação estruturada acoplada com um modelo de propagação de luz para quantificar as concentrações de cromóforos no tecido vivo. O experimento Rat Burn realiza queimaduras de diferentes profundidades em ratos, que posteriormente serão avaliadas durante 28 dias através do SFDI. O objetivo deste experimento é diferenciar os tipos de queimadura de espessura parcial superficial e espessura parcial profunda e analisar como o sistema SFDI pode ajudar nesta diferenciação, levando em conta a grande dificuldade em diagnosticar estes tipos de queimadura clinicamente.

Outro experimento foi realizado em coelhos para se testar um antídoto contra o envenenamento acidental por cianeto. Esta droga funciona como um captador de alta afinidade de ligação e é uma opção para o tratamento em casos de envenenamento.

Estar em contato com um laboratório renomado como este e participar de pesquisas com tecnologias moderna trás muitos conhecimentos novos e contato com tratamentos que podem ser utilizados no futuro.


Presença de consultores da U Experience marcaram início do Núcleo de Internacionalização do ITPAC PORTO


No dia 26/03 a FAPAC/ITPAC PORTO recebeu os consultores Diego Castelar e Márcia Agostini da U.Experience, contratada pelo grupo NRE/Afya, que estarão auxiliando no processo de estruturação do Núcleo de Internacionalização da IES. Por esse motivo, realizaram reuniões com a direção (geral, acadêmica e administrativa), docentes e discentes de todos os cursos, em momentos distintos. Nessa oportunidade, apresentaram algumas experiências acadêmicas internacionais, programas de mobilidade estudantil (intercâmbio), que vêm sendo desenvolvidos em outras Instituições de ensino superior, por meio de parcerias nacionais e internacionais.

A U.Experience é especializada em assessoria e consultoria, buscando promover a melhoria e ampliação da internacionalização de instituições brasileiras de ensino superior no país. Obter experiência, fazer amigos, ser reconhecido, conectar pessoas, romper fronteiras, compartilhar conhecimentos... Isto é ser global!

E como forma conhecer melhor a percepção da comunidade acadêmica sobre a Internacionalização, foram solicitados aos alunos de todos os cursos do ITPAC PORTO, que respondessem um breve questionário sobre as sua percepção em relação à internacionalização, bem como as suas perspectivas.

Estudantes de medicina ampliam seus conhecimentos em encontro nacional da IFMSA Brazil

Estudantes do curso de medicina e membros do Comitê Local IFMSA Brazil ITPAC Porto Nacional compareceram, nos dias 27 de abril a 1 de maio, a 51ª Assembleia Geral, em Belém - PA, encontro nacional da IFMSA Brazil, onde todas as faculdades de medicina, que integram a organização, se reúnem para trocar experiências, participar de capacitações e discussões com o objetivo de tornar a formação do acadêmico de medicina mais completa.

Na 51ª Assembleia Geral aconteceram capacitações com o foco no desenvolvimento dos comitês locais de cada uma das faculdades de medicina, como também capacitações com o foco no desenvolvimento pessoal do acadêmico. Alguns dos temas abordados foram gestão de pessoas: como trabalhar assertividade; educação popular em saúde no SUS; humanização da gestão em saúde; saúde mental dos estudantes de medicina; além de muitos outros temas.