às 13:50:00

Apresentação oral dos trabalhos com exposição de e pôster é novidade na matéria de Integração Ensino Serviço e Comunidade

Leia a noticia na integra

Apresentação oral dos trabalhos com exposição de e pôster é novidade deste ano na finalização do semestre prático da matéria de Integração Ensino Serviço e Comunidade no curso de Medicina da ITPAC-PORTO.
Onze trabalhos serão submetidos a apreciação de alunos e convidados externo. Os alunos serão avaliados tanto na apresentação oral, quanto na exposição dos pôsteres, mas o objetivo maior é a socialização das experiências vivenciadas no decorrer do semestre e nas práticas realizadas na Unidade Básica de Saúde e através das visitas domiciliares para subsidiar a construção do Projeto Terapêutico Singular para cada família assistida.

Segundo o Ministério da Saúde, o PTS representa um conjunto de condutas/ações/medidas, de caráter clínico ou não, propostas para dialogar com as necessidades de saúde de um sujeito individual ou coletivo, geralmente em situações mais complexas, construídas a partir da discussão de uma equipe multidisciplinar.

Durante o Evento os estudantes apresentam, por meio de relatos, a experiência que tiveram através da implantação e aplicação do projeto.

“Os alunos acompanharam famílias atendidas pelo sistema público de saúde, por meio de visitas, em que levantaram problemas e necessidades dos pacientes. Os próprios estudantes sugeriram propósitos de soluções para os problemas e para melhor qualidade de vida dentro das necessidades de cada família”, explica prof. Sara Janai preceptora e professora da disciplina.

Essa experiência é realizada através de visitas domiciliares e construção de um plano e dentro da Integração Comunitária – disciplina que orienta os alunos às ações de prevenção das doenças e promoção da saúde durante o processo de integração ensino-serviço na atenção básica.

Na última etapa dessa disciplina, os discentes apresentam, no fim do semestre, propostas terapêuticas que viabilizaram junto de equipes de saúde para pessoas em situação de vulnerabilidade.
“O projeto é um dispositivo potencial para o planejamento das ações em saúde na Estratégia de Saúde da Família, em que os alunos relatam suas experiências.

Além do impacto na formação do futuro profissional da saúde, o projeto tem o impacto científico e assistencial prestado às famílias acompanhadas.


Fonte: